“Pop-arte, incentivo artificial e de tudo um pouco”…

SEU NOME É BRUNO BACHMANN, BLUMENAUENSE, artista visual. DESDE CRIANÇA fazia desenhos, COMEÇOU  NO PAPEL, DEPOIS paredes, muros VELHOS, ATUALMENTE camisetas E  OBJETOS.

OUVIU MUITO NA VIDA  A FRASE: “VAI TRABALHAR VAGABUNDO”!

“TIVE UMA INFÂNCIA  normal COMO TODO MUNDO NESSE começo DE SÉCULO. NÃO cresci em UM ambiente CHEIO DE ARTE E CULTURA, ONDE FUI CRIADO DAVA-SE POUCO incentivo PARA A ARTE. COMO QUASE TODOS OS  pais, OS MEUS QUERIAM QUE EU FOSSE médico, arquiteto, administrador, TUDO MENOS ARTISTA, profissão PENOSA E DE POUCO reconhecimento. MAS O VÍDEO-GAME, OS filmes E OS DESENHOS DA TELEVISÃO COM SUAS CORES FORAM ME FORMANDO. TODO DESENHO contemporâneo TEM BASE NA POP-ART, PRINCIPALMENTE OS japoneses QUE SÃO OS QUE MAIS GOSTO. POSSO DIZER QUE MEU INCENTIVO FOI artificial E DE TUDO UM POUCO CONSTRIBUIU PARA MINHA  formação”. DIZ  BACHMANN.

QUANDO E ONDE FOI A PRIMEIRA EXPOSIÇÃO DOS SEUS DESENHOS?

MINHA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO FOI QUANDO EU NASCI A OBRA DE ARTE DO MEU PAI E DA MINHA MÃE (HEHEHE) JÁ A PRIMEIRA EXPOSIÇÃO DOS MEUS DESENHOS FOI NA FCBLU (FUNDACÃO CULTURAL DE BLUMENAU) EM 2008. E DESDE LÁ NÃO PAREI DE CIRCULAR.

QUANDO SURGIU O DESEJO DE PINTAR CAMISETAS?

CAMISETA É IGUAL CABELEIREIRO, NUNCA VAI ACABAR E JAMAIS VIVEREMOS SEM ELAS.  QUADROS E TELAS SÃO COISAS QUE NÃO AGRADAM A TODO MUNDO, PELO PREÇO E PELO FATO DE SER APENAS “UM QUADRO”, RESOLVI SEGUIR O CONSELHO DE UM AMIGO, QUE DIZIA: “O QUADRO A GENTE NÃO PENDURA NO PESCOÇO OU VESTE”. PARTI ENTÃO PARA AS CAMISETAS, QUE PODEM SER UMA TELA NO CORPO.

APÓS AS CAMISETAS VOCÊ COMEÇOU A PINTAR TAMBÉM OBJETOS INUSITADOS, ISSO CAUSOU  NA MÍDIA, VOCE ESPERAVA ESSE RECONHECIMENTO OU SUCESSO?

SUCESSO É UMA COISA ESTRANHA, PODEMOS SER FAMOSOS E ESTAR SEM NENHUM DINHEIRO NO BOLSO, A MÍDIA É VAMPIRESCA E SE PREOCUPA APENAS COM A IMAGEM, O ARTISTA FICA SEM NADA E A MÍDIA VAI ENGORDANDO. VIVEMOS NUMA SOCIEDADE DO ESPETÁCULO. SUPERVALORIZAMOS OBJETOS E PESSOAS. O OBJETO PASSA A TER MAIS VALOR QUE O ARTISTA, AS VEZES APENAS O NOME DO ARTISTA PASSA A VALER MAIS QUE A OBRA. SINCERAMENTE APENAS VOU CRIANDO E SOBREVIVENDO NESSE MUNDO INSTÁVEL E ÀS VEZES DESUMANO QUE É O MUNDO DA ARTE.

CONTA PRA GENTE QUAL FOI O DESENHO MAIS INUSITADO QUE FEZ?

JÁ FIZ DESENHOS EM UM CAIXÃO, QUE INCLUSIVE FOI PREMIADO EM BLUMENAU, NO SALÃO ELKE,O MAIS INUSITADO QUE DESENHEI? HUUUM… (PENSANDO) ACHO QUE FORAM CINCO OSSOS SECOS DE PÁSSARO QUE ENCONTREI NUMA PRAIA SOLITÁRIA.

 QUAIS FERRAMENTAS QUE COSTUMA USAR EM SEU TRABALHO?

 CANETA, PINCÉL, DEDO E O QUE FOR PRECISO.

 COMO SE SENTE AO VER PESSOAS POR AI  USANDO SUA ARTE?

 EU FICO SUPER FELIZ DE VER AS PESSOAS USANDO MEUS DESENHOS. GOSTO MAIS DO QUE VÊ-LOS NO MUSEU! FICO FELIZ COM O RECONHECIMENTO, “ISSO DÁ VALOR A EXISTÊNCIA”, COMO DIRIA UM AMIGO MEU.

Advertisements